You Are Here: Home » Editorias » Cinema » “Spotlight: Segredos Revelados” leva o Oscar de Melhor Filme de 2016

“Spotlight: Segredos Revelados” leva o Oscar de Melhor Filme de 2016

“Mad Max: Estrada da Fúria” vence em seis categorias e Leonardo DiCaprio é eleito o melhor ator pela Academia 

Por Mariana da Cruz Mascarenhas 

Spotlight1Equipe de Spotlight: Segredos Revelados

Uma noite de algumas surpresas e estreias aguardadas em premiações: assim pode se resumir a cerimônia da 88ª edição de prêmios entregues pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, o Oscar 2016, que aconteceu na noite deste domingo (28/02/2016) no Teatro Dolby, em Los Angeles, Califórnia.

Com dez indicações ao Oscar, atrás apenas de O Regresso que obteve doze, o filme Mad Max: Estrada da Fúria liderou em número de estatuetas, vencendo em seis categorias: edição de som, mixagem de som, figurino, design de produção, cabelo e maquiagem e montagem. Apesar do elevado número de indicações, o longa surpreendeu ao conquistar tantos prêmios, mostrando seu potencial na parte técnica.

Já nas outras premiações, a distribuição de estatuetas ocorreu de forma mais igualitária. O longa A Grande Aposta – que conta a história de um grupo de investidores que resolve lucrar após prever uma grande crise econômica – levou o merecido Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. A sequência do filme foi muito bem explorada, desmembrando aos poucos para o espectador toda a trajetória de façanhas tramadas pelos investidores, até alcançarem êxito em seus propósitos de lucrarem com a eclosão de uma crise que, a princípio parecia impossível, e que começa a se revelar de forma assustadora.

Como já era esperado, o longa Divertida Mente ganhou a estatueta de Melhor Animação, desbancando O Menino e o Mundo, do brasileiro Alê Abreu. Apesar de ser uma proposta criativa e diferente trabalhada por Abreu – centrada em contar a história de um menino do campo que sai em busca de seu pai, quando este vai trabalhar na cidade, por meio de desenhos simplistas e desprovidos de falas –, ela não se revela nada excepcional, ao contrário de Divertida Mente, que explora a mente humana de maneira inusitada e envolvente.

Brie Larson foi quem conquistou o prêmio de Melhor Atriz em sua primeira indicação ao Oscar pela atuação em O Quarto de Jack. Na trama ela vive a mãe de um garoto de apenas cinco anos, com quem mora em um quarto minúsculo, onde é mantida presa junto com a criança por um sequestrador, que a colocou ali há sete anos. Apesar de não se destacar tanto em sua atuação, Brie transmite bem ao público a intensa e dramática junção de sentimentos e tormentos que a dominam, conforme ela enfrenta diferentes e emocionantes situações.

E um dos prêmios mais esperados da noite, o de Melhor Ator – rendendo inclusive muitos memes na rede social – foi para quem muitos aguardavam: Leonardo DiCaprio. Depois de já ter sido indicado à mesma categoria outras três vezes pela sua brilhante atuação em O Aviador, Diamante de Sangue e O Lobo de Wall Street – sem contar ainda outras não tão menos excepcionais participações em longas como A Origem e Ilha do Medo – o ator finalmente pôde levar a estatueta mais aguardada para a casa, pela sua participação no filme O Regresso, onde ele interpreta um caçador atacado brutalmente por um urso e abandonado pelos seus colegas num lugar inóspito e gélido. O ator retrata muito bem alguém cujo corpo fora espezinhado por um animal feroz, reproduzindo com perfeição até mesmo a dificuldade da respiração e da fala de seu personagem.

O Regresso também rendeu o Oscar para o diretor de fotografia Emmanuel Lubezki – ganhando o prêmio pela terceira vez seguida – e para o diretor mexicano Alejandro Iñarrítu – que também ganhou ano passado (2015) por Birdman. Ambos os prêmios foram merecidos, já que o filme continha imagens arrebatadoras e realistas, realmente filmadas em locais gélidos e uma série de planos-sequência adotados pelo diretor que conferiram muito mais realismo às cenas.

Mas a entrega da estatueta mais aguardada da noite, de Melhor Filme, encerrando a cerimônia, foi para Spotlight: Segredos Revelados, que falou sobre uma investigação muito bem detalhada feita por uma equipe de jornalistas que, ao investigar o caso de pedofilia cometido por um padre, descobre diversos outros padres pedófilos. O longa se destaca nos diálogos muito bem trabalhados e, assim como em A Grande Aposta, prende a atenção pela sucessão de acontecimentos que se revelam gradativamente – no caso o desenrolar de toda a linha investigativa que levou os repórteres ao sucesso de seu trabalho – o que também rendeu ao filme o prêmio de Melhor Roteiro Original.

O Oscar 2016 foi apresentado por Chris Rock, quem, durante toda a cerimônia, fez diversas piadas sarcásticas como crítica ao fato de diversos atores negros terem boicotado o Oscar, em razão da falta de diversidade racial entre os indicados. Rock, que também é negro, alegou que não aderiria ao boicote, também disse que hoje no mundo há diversas outras questões agravantes para se protestar e que os negros já conquistaram seu espaço há tempos.

Confira abaixo a lista completa dos indicados e ganhadores:

ROTEIRO ORIGINAL

“Ponte dos Espiões”
“Ex-Machina: Instinto Artificial”
“Divertida Mente”
“Spotlight: Segredos Revelados” – VENCEDOR
“Straight Outta Comptom -– A História de N.W.A.”

ROTEIRO ADAPTADO

“A Grande Aposta” – VENCEDOR
“Brooklyn”
“Carol”
“Perdido em Marte”
“O Quarto de Jack”

ATRIZ COADJUVANTE

Jennifer Jason Leigh, “Os Oito Odiados”
Rooney Mara, “Carol”
Rachel McAdams, “Spotlight”
Alicia Vikander, “A Garota Dinamarquesa” – VENCEDORA
Kate Winslet, “Steve Jobs”

FIGURINO

“Carol” - Sandy Powell
“Cinderella” - Sandy Powell
“A Garota Dinamarquesa” – Paco Delgado
“Mad Max: Estrada da Fúria” - Jenny Beavan – VENCEDORA
“O Regresso” - Jacqueline West

DESIGN DE PRODUÇÃO

“Ponte dos Espiões”
“A Garota Dinamarquesa”
“Mad Max: Estrada da Fúria” – VENCEDOR
“Perdido em Marte”
“O Regresso”

MAQUIAGEM E CABELO

“Mad Max: Estrada da Fúria” (Lesley Vanderwalt, Elka Wardega e Damian Martin) – VENCEDOR
“The 100-Year-Old Man Who Climbed out the Window and Disappeared” (Love Larson e Eva von Bahr)
“O Regresso” (Siân Grigg, Duncan Jarman e Robert Pandini)

FOTOGRAFIA

“Carol” (Ed Lachman)
“Os 8 Odiados” (Robert Richardson)
“Mad Max: Estrada da Fúria” (John Seale)
“O Regresso” (Emmanuel Lubezki) – VENCEDOR
“Sicário: Terra de Ninguém” (Roger Deakins)

MONTAGEM

“A Grande Aposta” (Hank Corwin)
“Mad Max: Estrada da Fúria” (Margaret Sixel) – VENCEDORA
“O Regresso” (Stephen Mirrione)
“Spotlight: Segredos Revelados” (Tom McArdle)
“Star Wars: O Despertar da Força” (Maryann Brandon e Mary Jo Markey)

EDIÇÃO DE SOM

“Mad Max: Estrada da Fúria” – VENCEDOR
“Perdido em marte”
“O Regresso”
“Sicário: Terra de Ninguém”
“Star Wars: O Despertar da Força”

MIXAGEM DE SOM

“Ponte dos Espiões”
“Mad Max: Estrada da Fúria” – VENCEDOR
“Perdido em Marte”
“O Regresso”
“Star Wars: O Despertar da Força”

EFEITOS VISUAIS

“Ex Machina” – VENCEDOR
“Mad Max: Estrada da Fúria”
“Perdido em Marte”
“O Regresso”
“Star Wars: O Despertar da Força”

CURTA DE ANIMAÇÃO

“Bear Story” – VENCEDOR
“World of Tomorrow”
“Prologue”
“We Can’t Live Without Cosmos”
“Os Heróis de Sanjay”

ANIMAÇÃO

“Anomalisa”
“O Menino e o Mundo”
“Divertida Mente” – VENCEDOR
“Shaun, o Carneiro”
“As Memórias de Marnie”

ATOR COADJUVANTE

Christian Bale, “A Grande Aposta”
Tom Hardy, “O Regresso”
Mark Ruffalo, “Spotlight – Segredos Revelados”
Mark Rylance, “Ponte dos Espiões” - VENCEDOR
Sylvester Stallone, “Creed: Nascido Para Lutar”

DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM

“Body Team 12″
“Chau, beyond the Lines”
“Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah”
“A Girl in the River: The Price of Forgiveness” – VENCEDOR
“Last Day of Freedom”

DOCUMENTÁRIO

“Amy” – VENCEDOR
“Cartel Land”
“The Look of Silence”
“O Que Aconteceu, Miss Simone?”
“Winter on Fire”

CURTA-METRAGEM

“Ave Maria”
“Day One”
“Everything Will Be Okay (Alles Wird Gut)”
“Shok”
“Stutterer” – VENCEDOR

FILME ESTRANGEIRO

“O Abraço da Serpente” (Colômbia)
“Cinco Graças” (França)
“O Filho de Saul” (Hungria) – VENCEDOR
“Theeb” (Jordânia)
“A War” (Dinamarca)

CANÇÃO ORIGINAL

“Earned It”, de “Cinquenta Tons de Cinza” (Abel Tesfaye/Ahmad Balshe/Jason Daheala/Stephan Moccio)
“Manta Ray”, de “A Corrida contra a Extinção” (J. Ralph/Antony Hegarty)
“Simple Song #3″, de “Juventude” (David Lang)
“Til It Happens To You”, de “The Hunting Ground” (Diane Warren/Lady Gaga)
“Writing’s On The Wall”, de “007 contra Spectre” (Jimmy Napes/Sam Smith) – VENCEDOR

TRILHA SONORA ORIGINAL

“Ponte dos Espiões” (Thomas Newman)
“Carol” (Carter Burwell)
“Os Oito Odiados” (Ennio Morricone) – VENCEDOR
“Sicário: Terra de Ninguém” (Jóhann Jóhannsson)
“Star Wars: O Despertar da Força” (John Williams)

DIREÇÃO

Adam McKay, “A Grande Aposta”
George Miller, “Mad Max: Estrada da Fúria”
Alejandro G. Iñarritu, “O Regresso” - VENCEDOR
Lenny Abrahamson, “O Quarto de Jack”
Tom McCarthy, “Spotlight: Segredos Revelados”

ATRIZ

Cate Blanchett, “Carol”
Brie Larson, “O Quarto de Jack” – VENCEDORA
Jennifer Lawrence, “Joy: O Nome do Sucesso”
Charlotte Rampling, “45 Anos”
Saoirse Ronan, “Brooklyn”

ATOR

Bryan Cranston, “Trumbo - Lista Negra”
Leonardo DiCaprio, “O Regresso” – VENCEDOR
Eddie Redmayne, “A Garota Dinamarquesa”
Michael Fassbender, “Steve Jobs”
Matt Damon, “Perdido em Marte”

FILME

“A Grande Aposta”
“Ponte dos Espiões”
“Brooklyn”
“Mad Max: Estrada da Fúria”
“Perdido em Marte”
“O Regresso”
“O Quarto de Jack”
“Spotlight – Segredos Revelados” – VENCEDOR

Sobre o Editor

Mariana Mascarenhas

Formada em Jornalismo, especialista em Comunicação Organizacional, trabalho atualmente como Assessora de Comunicação. Também concluí cursos de Linguagem Cinematográfica, Teatro e TV, Designer, Fotografia Digital, entre outros. Sou apaixonada por cultura, principalmente por cinema, teatro e exposição, e adoro analisar os filmes, peças e mostras que vejo. Contato: mariana@matracacultural.com.br

Número de Postagens : 210

Matraca Cultural © 2012 Todos os direitos reservados.

Scroll to top