You Are Here: Home » Editorias » Teatro » Malefícios do amor

Malefícios do amor

*Por Renniê Paro

O texto de Anton Tchékhov, com direção de José Paulo Rosa, leva ao público a trilogia Malefícios do Amor.

Vamos falar um pouquinho sobre cada uma delas:

SITE

O URSORetrata a história da viúva Helena Ivánovna Popov, seu criado Luká e o credor Tenente Grigóri Stepánovitch Smirnov, que adentra em sua casa para cobrar uma antiga dívida de seu falecido marido. Quando fica evidente a impossibilidade de acerto de contas, o texto revela uma trama envolvente, cheia de nuances com pitadas de humor, drama, ironia e sedução. Um texto dinâmico e profundo com momentos intensos e reveladores dos sentimentos da alma humana.

O JUBILEUChega o grande dia para o presidente do banco, Andrei Andréievitch Chiputchin, que aguarda ansioso que seu assistente, Kusmá Nikolaevich, acabe de escrever o discurso que vai ler para os membros da delegação dos acionistas do banco.  Ele só não contava com a visita de sua jovem, bela e fútil esposa, e de uma senhora, que estão dispostas a causar uma grande confusão neste dia tão importante.

O PEDIDO DE CASAMENTOIvan Vassilievitch Lomov vai até a propriedade de seu vizinho, Stepan Tchubúkov, pedir a mão de sua filha em casamento para grande felicidade deste. É com grande efusividade que Natalia Stepánovna, de temperamento nada fácil, é chamada à presença de Ivan, sem que, no entanto, saiba a razão da visita do seu vizinho. Cada vez que ele tenta falar do assunto a conversa muda de rumo e se transforma em uma grande confusão, misturando e oscilando sentimentos de teimosia, amizade, inveja, vaidade e amor. A comicidade natural do texto é reforçada em meio às crises de saúde do rapaz que sofre de hipocondria.

Tchekhov foi médico, dramaturgo e escritor russo, além de ser considerado um dos maiores contistas de todos os tempos. Em sua carreira como dramaturgo criou alguns clássicos e seus contos têm sido aclamados por escritores e críticos, como A Gaivota em 1898; Tio VâniaAs Três Irmãs e O Jardim das Cerejeiras.

Malefícios do Amor entra em cartaz dia 18 de março e permanece até 28 de maio, no teatro Jaraguá.

 

Sobre o Editor

Renniê Paro

Jornalista, assessora de comunicação e poetisa nas horas vagas. Amante de esportes, principalmente artes marciais. Última paixão? O boxe. Encaro os treinamentos como encaro a vida: de frente, sem medo. Unindo a força à inteligência. Teatro, cinema e livros são paixões. Amigos? Poucos e bons, sempre por perto. Família é a base de tudo. A vida? Uma verdadeira diversão, repleta de possibilidades

Número de Postagens : 313

Matraca Cultural © 2012 Todos os direitos reservados.

Scroll to top