You Are Here: Home » Editorias » Cinema » É hora de dizer adeus ao Harry Potter

É hora de dizer adeus ao Harry Potter

por Juliana Maffia

Aviso: esta resenha foi escrita por uma fã desconsolada. Pode conter spoilers.

Sou do tipo de pessoa que prefere evitar e/ou fugir daquilo que não gosta. Por que raios estou falando isso no post sobre o Harry Potter? Porque foi com essa sensação que entrei no cinema, na primeira sessão de sábado. Sentei numa poltrona posicionada bem ao meio da tela, em uma sala praticamente vazia, tudo o que queria era sair da sala e voltar para casa. Por que se eu não assistisse Harry Potter e as Reliquias da Morte pt. 2, a saga não chegaria ao fim. Mas a curiosidade venceu a birra. Acabei ficando.

Contar a sinopse do filme é praticamente inútil, a grande maioria que irá ao cinema assistir o filme já deve ter lido o livro. O filme, por sinal, é bastante fiél à história original de J.K. Rowling. Mas, vamos lá, na parte 2 finalmente a história da luta entre Harry e Voldemort chega ao fim. Harry ainda busca as últimas relíquias e, enquanto isso, Voldemort tenta destruir o mundo dos bruxos. Outras questões, relacionadas a personagens “secundários” também vão se desenrolando. Eles desabrocham, crescem, se apaixonam, alguns também usam deste filme para confessar os pecados. É emocionante presenciar todos estes momentos.

David Yates, encarregado de concretizar os últimos quatro filmes, não ousou muito na direção. A história emociona pelas revelações e pelas imagens que traz, como a ocupação de Hogwarts e a disputa que ali se instala. Inclusive, nunca deixo de me impressionar quando os professores se unem para protejer Hogwarts (nos filmes em que isso acontece). Desta vez então a cena ficou ainda mais bonita. Mesmo assim, se comparado à primeira parte, este filme deixa um pouco a desejar. Yates quebrava cenas fortes em vários momentos, jogando piadas que não necessariamente pertenciam à cena.

Coisas que definitivamente marcaram este filme: a semelhança ao livro, a aparição de alguns professores que não viamos há tempos, os pequenos flashbacks de filmes anteriores e, é claro, a descoberta do grande protetor de Harry. Yates também merece pontos por uma boa direção de atores. Daniel Radcliffe não fez feio e Alan Rickman fez a sala inteira lacrimejar. Por fim, sinceramente acredito que não tenha gostado tanto deste filme por que ele foi o último. Não queria dizer adeus. Li Harry Potter com 11 anos e cresci junto com o bruxo. Nenhum filme que me apresentassem faria jus ao mundo de Rowling.

Aposto que muita gente aí teve impressões completamente diferentes. Deixe um comentário sobre sua experiência com o HP.

Sobre o Editor

Ju Maffia
juliana@matracacultural.com.br

Formada em jornalismo, trabalhadora braçal da área de Social Media. Poderia passar o dia assistindo um filme atrás do outro. Mas essa vida não tá facil pra ninguém ;) Também adoro conversar sobre filmes que vi/curto então abusa da caixinha de comentários!

Número de Postagens : 220

Comentários (8)

  • Fernanda Beziaco

    beziaco

    Eu preciso comentar esse post. rs

    Eu odiei HP no primeiro filme, odiei e não assisti nenhum, até A ordem da fenix.
    Ai, eu gostei da história. Fiz uma maratona pra ver todos os anteriores, inclusive o primeiro, que eu havia odiado no começo.
    Não tive saída, o HP me pegou.
    Confesso que derramei algumas lágrimas assistindo o último filme do bruxo, mas minha prima soluçava ^^, sério!

    Tchau Harry rsrs

    • Ju Maffia

      Ju Maffia

      hahahaha os primeiros dois filmes foram um porre. muito fiéis, mas chatos…
      na primeira parte do reliquias, no sexto e no quinto eu me emocionei hahahaha chorei pacas e foi ridicule, esse aí não me convenceu muito não.

  • Marina Valeriano

    Eu adoro o blog de vocês. Estão de parabéns.
    Saudade de todos! Beijos.

  • valeu

    Concordo que realmente esperava mais da segunda parte já que a primeira deixou bem claro que Harry tinha crescido o filme evoluído com os demais personagens.

    Torci até final para que Snape não fosse traidor porque ao contrário da grande maioria acompanhei Harry Potter só pelos filmes…No primeiro estava na 8º serie então foi emocionante me deparar com esse fim e ver que já me até formei na faculdade…

    Quem diria que seria fiel a esse filme por tanto tempo…mas foi bom enquanto durou…

    Ai fica há saudade….já que ano…que vem…não haverá continuação…

    Mas foi bom enquanto durou…

    • Ju Maffia

      Ju Maffia

      Foi muito bom enquanto durou e isso é raro para o mundo do cinema!

      Para quem não acompanhou os livros realmente o Snape deve ter sido uma surpresa e o Alan Rickman desempenhou este papel com maestria!

      Fiquemos juntos com a nossa saudade rs!
      Obrigada pelo comentário!

  • Thiago Chaves

    Bom, na minha opinião a aventura do Harry Potter pela sétima arte fechou de maneira brilhante.

    Eu gostei muito do filme e confesso que me emocionei também, mas não cheguei a chorar, sou um bobo durão! Mas se não fossem aquelas piadas fora de hora, não teria resistido. =P

    Quem me dera eu ter assistido o filme como você, em uma sala quase vazia. Tive o azar de pegar uma sessão dublada e cheia de crianças! ¬¬’

    Uma coisa que você esqueceu de abordar e que foi ótima, foi a trilha sonora composta por Alexandre Desplat.

    Enfim, após longos 6 meses de espera pelo grand finale eis que tudo termina brilhantemente. Espero dar uma passada mais uma vez no cinema essa semana e matar a saudade que já surgiu.

    • Ju Maffia

      Ju Maffia

      Realmente não falei nada das trilhas! E esta foi muito boa!

      As opiniões sobre o filme estão bem divididas mesmo, alguns amaram outros nem tanto, talvez eu tenha criado expectativas demais!

      A dica para assistir filmes livre de crianças: pegue sessões ao meio dia hahaha Ninguém leva criança no cinema tão cedo! Muahaha

Matraca Cultural © 2012 Todos os direitos reservados.

Scroll to top