You Are Here: Home » Editorias » Música » Detonautas emociona público paulistano em homenagem a Raul Seixas

Detonautas emociona público paulistano em homenagem a Raul Seixas

Por Antonio SaturninoDetonautas_Toca Raul_Guilherme Alonso_0026

Na noite do último sábado (30), a banda Detonautas Roque Clube subiu ao palco do HSBC Brasil e apresentou uma emocionante homenagem a Raul Seixas para uma plateia entusiasmada e apaixonada pelo pai do rock brasileiro. Com a casa completamente lotada, o grupo cantou os grandes sucessos da carreira do “Maluco Beleza”, e o público, eufórico, cantou em coro cada uma das canções. O show teve promoção da 89 Rádio Rock e da Rádio Alpha FM.

As cadeiras eram meras formalidades. Quando a Dj Vivi Seixas, filha de Raul, começou discotecar os sucessos do seu pai, já não havia ninguém sentado. As milhares de pessoas já estavam de pé e gritavam “Raul é o pai do rock”. Enquanto operava a pick up, Vivi comentou: “às vezes me perguntam o que meu pai pensaria de me ver remixando os sucessos dele. Eu tenho absoluta certeza de que ele adoraria. Quem tem dúvida disso, não conhece a verdadeira essência dele. Ele misturou rock e baião, cantou forró e rap. Ele era a favor da música”, afirmou.

Por volta de 23h, o Detonautas iniciou sua performance, ao som de “Aluga-se”, seguido de “Por quem os Sinos Dobram”, “No Fundo do Quintal da Escola” e “Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás”. O encontro de gerações foi algo marcante na apresentação. O público mesclava fãs que acompanharam a carreira de Raul desde a época em que ele ainda era vivo, adolescentes e crianças. Em um dos momentos mais emocionantes, quando um dos seguranças tentou segurar um grupo de meninos à frente do palco, Tico Santa Cruz pediu para que ele deixasse as crianças subirem ao palco. Nesse momento um deles, com cerca de nove anos, colocou um chapéu de bruxo em homenagem a Raul e começou cantar os primeiros versos de “Meu Amigo Pedro”. Logo a banda começou a acompanhá-lo, levando muitos fãs às lágrimas.

A noite reservava ainda muitas surpresas. Zélia Duncan fez participação especial, e durante “Tente Outra Vez”, ela esticou o braço e comentou: “Estou toda arrepiada”. A cantora também acompanhou o grupo nas canções “Maluco Beleza”, “Metamorfose Ambulante” e “Sociedade Alternativa”. Com o show caminhando para o final, Tico Santa Cruz chamou ao palco Sylvio Passos, fundador do Raul Rock Clube. Sylvio levava o bastão Atlantis nas mãos, feito por José Roberto Romeiro Abraão. Raul havia recebido o objeto como presente cerca de três anos antes de seu falecimento. Quando foi encontrado morto em seu apartamento, o pai do rock estava agarrado a ele. “Passei o bastão Atlantis para Tico, pois ele está levando a obra do Raul para a geração de hoje, que não o conhece a fundo. Muita gente criticou o Detonautas, os acusando de oportunismo. Mas eu posso dizer que eu vejo muita verdade no que o Tico está fazendo. É algo que vem de dentro. Ele demonstrou que é grande fã do Raul e merece carregar o bastão”, comentou.

*foto: Guilherme Alonso

Sobre o Editor

Antonio Saturnino

Atleta frustrado, jornalista por formação e "cantor" de karaokê nas horas vagas. Sou apaixonado pelas diversas manifestações artísticas, porém com uma relação mais íntima com a música. É ela quem dá ritmo à minha vida e se encarrega de escolher a trilha sonora adequada para cada momento.

Número de Postagens : 372

Matraca Cultural © 2012 Todos os direitos reservados.

Scroll to top