You Are Here: Home » Editorias » Música » De mãe para filha

De mãe para filha

Por Antonio Saturnino

Já faz algum tempo que a cantora Maria Rita é sinônimo de sucesso em todos seus projetos e trabalhos. É dessa forma desde o lançamento de seu primeiro álbum, o Maria Rita (2003). Dessa vez ela está envolvida, literal e intensamente, no projeto Viva Elis, no qual ela presta homenagem à sua mãe Elis Regina, a Pimentinha do Brasil.
O espetáculo já passou por diversas cidades no Brasil, e no último dia 11, a turnê voltou a São Paulo. Dessa vez o palco doshow foi o Credicard Hall e mais uma vez ela emocionou o público com as canções viscerais de sua mãe, com interpretações tão intensas quanto as canções pediam, e com certa semelhança de trejeitos e presença de palco que sua progenitora.
No set list, estavam os sucessos da carreira de Elis, como Águas de Março, O Bêbado e o Equilibrista, Romaria, Alô, Alô Marciano, Como Nossos Pais, Fascinação, entre outros. Um dos momento mais emocionantes do show foi a performance de Se eu Quiser Falar com Deus. Maria Rita não conseguiu conter o pranto, colocando uma carga adicional de emotividade à canção. Muitos no público receberam essa mesma emoção e também tinham os olhos cheios de lágrimas.

Emoção é a palavra que melhor traduz essa turnê. Os mais velhos veem Elis Regina na voz, trejeitos e intensidade de Maria Rita e matam saudades da Pimentinha. Os mais novos vivem a famosa “saudade do que não viveram”. Não havia quem melhor pudesse fazer essa homenagem, pois além do talento de Maria Rita, há uma ligação de mãe e filha que é difícil explicar.

Clique aqui para visualizar outras imagens do show

Sobre o Editor

Antonio Saturnino

Atleta frustrado, jornalista por formação e "cantor" de karaokê nas horas vagas. Sou apaixonado pelas diversas manifestações artísticas, porém com uma relação mais íntima com a música. É ela quem dá ritmo à minha vida e se encarrega de escolher a trilha sonora adequada para cada momento.

Número de Postagens : 370

Matraca Cultural © 2012 Todos os direitos reservados.

Scroll to top