You Are Here: Home » Editorias » Teatro » Cenas de uma execução

Cenas de uma execução

Por Renniê Paro

“Pintar é um ato arrogante! É desafiar Deus retocando paisagens. É se vangloriar e se você não gosta disso é melhor parar de pintar.” Essa é uma das frases de Galactia, famosa pintora.

Na peça Cenas de uma execução, que chega aos palcos do Teatro Sérgio Cardoso no próximo 04 de junho. Clarisse Abujamra dá vida à Galactia, que é convidada pelo Doge de Veneza a pintar a vitória da Liga Cristã sobre os turcos no ano de 1571, a mais sangrenta batalha da história pelos mares.

fe-e-eu-3-606x341

A escolha é controversa, pois a artista em questão é uma mulher e sua pintura não celebra Veneza, mas ofende e enfurece as autoridades venezianas, do Estado e da Igreja, devido à sua representação sangrenta e realista.

Galactia desafiou autoridades auteras de seu tempo em todos os sentidos. Ciente de sua força e papeis de mulher e pintora em uma época de verdadeira repressão, Galactia ousou ao retratar de forma realista uma sangrenta batalha, ao invés de “pintar aquilo que as pessoas gostariam de ver”.

Em cena, outros atores dividem o palco com Clarisse, como Fernando Rocha, Oswaldo Mendes, Mauricio Moraes, Malu Bierrenbach, Lara Córdulla,Roberto Ascar, Fabio Acorsi, Amazyles de Almeida e Priscila Castello Branco. A direção é também de Clarisse Abujamra e o texto é de Howard Barker.

Sobre o Editor

Renniê Paro

Jornalista, assessora de comunicação e poetisa nas horas vagas. Amante de esportes, principalmente artes marciais. Última paixão? O boxe. Encaro os treinamentos como encaro a vida: de frente, sem medo. Unindo a força à inteligência. Teatro, cinema e livros são paixões. Amigos? Poucos e bons, sempre por perto. Família é a base de tudo. A vida? Uma verdadeira diversão, repleta de possibilidades

Número de Postagens : 317

Matraca Cultural © 2012 Todos os direitos reservados.

Scroll to top