You Are Here: Home » Editorias » Música » Barão Vermelho comemora 30 anos de carreira em tom de despedida

Barão Vermelho comemora 30 anos de carreira em tom de despedida

Por Mariana Bernun

O HSBC Brasil lotou na noite de sábado (16), com o eletrizante show de duas horas do Barão Vermelho, que pode ser o último do grupo, já que farão uma pausa e não sabem se voltam ou quando retornam aos palcos.

O grupo abriu a apresentação com Por Que a Gente é Assim, seguido de Pense Dance que também emendou Ponto Fraco. Apesar da comemoração dos 30 anos de lançamento do álbum e de todo o frenesi do público, foi nítido o tom de despedida. Frejat relembrou momentos ícones da carreira, falou de Ezequiel Neve, quem os revelou, e contou histórias da trajetória do Barão Vermelho.

A noite seguiu com muita diversão, histórias e um coro que em nenhum momento deixou a desejar. No repertório, com uma batida forte e instrumental pesado, estiveram canções como Por Você, O Poeta Está Vivo, Cuidado, Pedra Flor e Espinho, Puro Êxtase, Declare Guerra e Maior Abandonado.

Bis faz parte de qualquer show que se preze e a primeira música a dar entrada para o término do show foi Não Amo Ninguém, seguido de O Tempo Não Para. Alguém podia ter gritado “toca Raul”. Com ou sem pedido, eles mandaram ver em Tente Outra Vez de Raul Seixas.

Generosos no bis, ainda teve Codinome Beija Flor e, para finalizar, I Can’t Get no Satisfaction, dos Rolling Stones.

Muitos que lá estavam não tinham sequer nascido quando o grupo surgiu, o que só demonstra a força e competência do sexteto. Parabéns Barão!


Sobre o Editor

Mariana Bernun

Jornalista e publicitária. Amante de esporte e cultura e Blogueira no Matraca Cultural! @maribernun

Número de Postagens : 114

Matraca Cultural © 2012 Todos os direitos reservados.

Scroll to top