You Are Here: Home » Editorias » Música » A Homenagem de Luciana Mello e Jair Oliveira ao Sorriso de Jair Rodrigues

A Homenagem de Luciana Mello e Jair Oliveira ao Sorriso de Jair Rodrigues

Por Antonio Saturnino

IMG_5545

No último sábado (9), o HSBC Brasil recebeu um show especial em comemoração ao Dia dos Pais. Na ocasião, os irmãos Luciana Mello e Jair Oliveira prestaram uma homenagem ao seu pai Jair Rodrigues, que faleceu em maio, vítima de um infarto fulminante. O que tinha tudo para ser uma apresentação triste, em decorrência da morte recente e inesperada, se tornou um espetáculo alegre, em celebração desta, que era a principal característica do sambista, a alegria.

Quando as cortinas se abriram, os irmãos estavam ao fundo do palco em silêncio, enquanto uma gravação com a voz de Jair Rodrigues declamava os versos da canção “Eu Não Existo Sem Você”, de Agostinho dos Santos:

“Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor, não tenha medo de sofrer
Pois todos os caminhos me encaminham prá você
Assim como o oceano só é belo com o luar 
Assim como a canção só tem razão se se canta 
Assim como uma nuvem só acontece se chover 
Assim como o poeta só é grande se sofrer 
Assim como viver sem ter amor não é viver
Não há você sem mim e eu não existo sem você”.

Logo em seguida teve início o espetáculo. Na primeira parte, Jair Oliveira e Luciana Mello cantaram os grandes sucessos de suas carreiras solo, como “O Samba me Cantou”, “Na Veia da Nega”, “Bom Dia Anjo”, “Simples Desejo”, “Tiro Onda”, “Assim que se Faz” entre outras.

Jairzinho compartilhou seu sentimento com a plateia: “Não digo que ele se foi, pois eu sinto ele aqui, presente, com sua alegria contagiante e com seu sorriso”. Em seguida, a dupla cantou “O Sorriso”, composta assim que eles souberam da morte do pai. “Escrevi a música, pois expresso meus sentimentos muito melhor por ela”, completou o cantor. A música é, justamente, uma homenagem a esta que era a característica mais marcante do Jair Rodrigues, o sorriso. Com lágrimas nos olhos eles entoaram os versos:

“É…
A vida é tão frágil
E o tempo é tão ágil
Que a gente nem vê passar

É…
A realidade
Abraça a saudade
E aperta pra sufocar

É…
Aí lá no fundo
O que vale no mundo
É a luz de um Sorriso

É…
Este é o paraíso!
Sorrir é preciso
Pra não se perder a razão do sonhar

Então sorri com força
Sorri com vontade
Sorri pra vida
Pra ela te sorrir de verdade

Obrigado por teu Sorriso”

Enquanto enxugavam as lágrimas, Jairzinho olhou para o alto e exclamou: “Muito obrigado, pai!”.

O show ainda reservava algumas participações especiais. Pedro Mariano, amigo de infância da família, subiu no palco, e juntos eles cantaram “Como É Grande o Meu Amor por Você”, do rei Roberto Carlos, e que Jair Rodrigues gravou em seu último CD pouco antes de falecer. A apresentação do trio foi uma das versões mais bonitas e emocionantes que esta canção já recebeu. Na sequência eles cantaram “Mascarada”, gravada por Jair com Elis Regina, mãe do Pedro.

No set list também entraram canções como “O Morro Não Tem Vez”, “Casa de Bamba” e “Tristeza”. Para a performance de “Deixa Isso Pra Lá”, talvez o maior sucesso de Jair Rodrigues, os irmãos dividiram o palco novamente com um grande amigo, o rapper Rappin Hood.

Logo em seguida, toda a plateia acompanhou em coro os irmãos em “A Majestade o Sabiá”. Já no bis, eles apresentaram “Disparada” e “É Hoje”. Foram aplaudidos de pé, e a plateia pôde ver que o legado de Jair Rodrigues jamais será esquecido, pois ele deixou dois grandes herdeiros para levar sua obra adiante.

Quem quiser prestigiar este lindo show, a dupla se apresenta novamente , no dia 24 de agosto, no projeto “Grandes Encontros Shopping Vila Olímpia”. Os ingressos podem ser retirados gratuitamente no shopping a partir deste sábado (16) até o dia 22. A organização do evento solicita que cada pessoa, no ato da troca, colabore com 1 quilo de alimento não perecível.

Sobre o Editor

Antonio Saturnino

Atleta frustrado, jornalista por formação e "cantor" de karaokê nas horas vagas. Sou apaixonado pelas diversas manifestações artísticas, porém com uma relação mais íntima com a música. É ela quem dá ritmo à minha vida e se encarrega de escolher a trilha sonora adequada para cada momento.

Número de Postagens : 372

Matraca Cultural © 2012 Todos os direitos reservados.

Scroll to top